Seria Satanás, um Salvador?

Qual cristão não conhece a profecia do Livro do Profeta Isaías, que relata o seguinte:

"Verdadeiramente ele (Jesus) tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si...”(Is.53:4, parêntese nosso). 

Essa profecia messiânica ocorreu na Cruz do calvário, onde o nosso Senhor pagou o preço das nossas transgressões. 

O pecado da humanidade, pela misericórdia de Deus, caiu sobre Ele para que hoje, pela graça fossemos salvos (Ef. 2:8, 9). Aleluia!!!

O diabo, que é sórdido e maquiavélico, fez e faz de tudo para roubar a cena e está entrando em ação novamente. A Igreja Adventista afirmam que “Satanás expiou ou expiará os nossos pecados”. Chega ser absurdo!!!, Mas é real. Baseados em um texto de Levítico, assim afirmam os adventistas com relação à obra da cruz:

“O povo de Deus (aqui esse povo se refere aos Adventistas) é freqüentemente acusado de crer que Satanás tem parte na obra da salvação, por crer que o bode emissário, “para Azazel”, representa Satanás, sobre quem serão finalmente colocados os pecados dos filhos de Deus... E o bode emissário, “para Azazel”, tipifica Satanás a expiar sua parte por castigo” (Livro Adventista: Um Mundo Novo, Balbach/1994, ed.29º, p.170,171, parênteses e negrito nosso).


Segundo Ellen Gould White: "No dia da expiação o sumo sacerdote, havendo tomado uma oferta da congregação entrava no lugar santíssimo com o sangue desta oferta e o aspergia sobre o propiciatório, diretamente sobre a lei, para satisfazer às suas reivindicações. Então, em caráter de mediador, tomava sobre si os pecados e os retirava do santuário. Colocando as mãos sobre a cabeça do bode emissário, confessava todos esses pecados, transferindo-os assim, figuradamente, de si para o bode. Este os levava então, e eram considerados como para sempre separados do povo." (O Grande Conflito, p. 420, 24ª edição - 1980).

"Verificou-se também que, ao passo que a oferta pelo pecado apontava para Cristo como um sacrifício, e o sumo sacerdote representava a Cristo como mediador, o bode emissário tipificava Satanás, autor do pecado, sobre quem os pecados dos verdadeiros penitentes serão finalmente colocados. ... Quando Cristo, pelo mérito de seu próprio sangue, remover do santuário celestial os pecados de seu povo, ao encerrar-se o seu ministério, Ele os colocará sobre Satanás, que, na execução do juízo, deverá arrostar a pena final." (Idem, p. 421).

O texto referido e citado pelos Adventistas para tal afirmativa herética é Lv. 16:8, que diz: “E Arão lançará sortes sobre os dois bodes: uma sorte pelo Senhor, e a outra sorte pelo bode emissário”.
Vejam a explicação do texto pelo Dr. Mecnair, autor da Bíblia Explicada: “A verdade é que os dois bodes são uma oferta pelo pecado (vrs. 5) e, evidentemente, uma dupla representação de Cristo, e o ponto principal é que os pecados pelos quais o primeiro morre são levados embora pelo segundo. Tudo isso é bastante simples, e não precisa de idéias esquisitas, que somente obscurece o sentido. Assim o bode não é de modo algum enviado a Satanás”.

Vejam ainda o que diz o Pr. Natanael Rinaldi (ICP) sobre este assunto: “Na verdade, admitir que Cristo tomará nossos pecados do santuário celestial no final do Juízo Investigativo e os lançará sobre Satanás, implica que seu sacrifício na cruz para remover nossos pecados não foi eficaz. Se Cristo vai lançar nossos pecados sobre Satanás, por que sofreu por eles na cruz? Se, por outro lado, Jesus levou nossos pecados na cruz, como na verdade o fez, por que Satanás deve sofrer por ele? Mostrando o absurdo do ensino sobre o Bode Emissário como tipo de Satanás...".

É claro que se você conhecer o texto de Isaías 53 você nem precisará ser teólogo para perceber que o diabo só levou uma coisa na Cruz – A sua derrota e não os nossos pecados (Cl. 2:14-15). A derrota de Satanás é justamente pelo fato dos nossos pecados terem sido expiados unicamente em Cristo Jesus. Na Cruz Jesus declarou: “Está consumado” (Jo.19:30), ou seja, ele havia pagado ao Pai a nossa divida (II Cor.5:19) para que hoje fossemos salvos pela sua graça (Ef.2:8,9).

A questão é: O que o diabo tem haver com a cruz e a salvação da humanidade? A resposta é – NADA. Mas surge esse movimento afirmando o contrário! Na cosmovisão deles Jesus fez uma parte e o diabo fez ou fará a outra; “Satanás a expiar sua parte”. Isso prova que essa Igreja não tem noção da Graça salvadora. Imagine o leitor que, para os Adventistas, o diabo é co-autor da salvação. Pobres Adventistas estão dividindo a Glória de Deus. Oremos por eles, pois precisam acreditar no único Salvador da humanidade e dar glória somente a Cristo.

- Azazel / Bode Emissário
- O Bode Emissário de Levítico 16 - Cristo ou Satanás?
- Bode emissário - A quem representava: Cristo ou Satanás?

Autor : Prof. João Flávio Martinez 

8 comentários:

  1. Em Lev 17:11-14 lemos que não há vida sem sangue. Porque a alma da carne está no sangue, pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas, porquanto é o sangue que fará expiação pela alma. Ou seja, Deus através da Sua Palavra afirma de forma explicita que “é o sangue que fará expiação”
    O Senhor também declara que: "Sem derramamento de sangue não há remissão" (Hb 9:22), e “Porque a alma da carne está no sangue, pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas, porquanto é o sangue que fará expiação pela alma.” (Lev. 17:11). E o sangue do bode que foi para a terra solitária não foi colocado sobre o Altar para fazer expiação (Lev. 17:11), nem foi levado “à porta da tenda da congregação diante do Senhor”(17:1 a 4).
    Observe que um bode era pelo o Senhor e outro bode emissário. O bode pelo Senhor era degolado, o sangue ia para dentro do véu e espargido no propiciatório, e perante a face do propiciatório (como fez com o sangue do novilho), “assim fará expiação pelo santuário por causa das imundícias dos filhos de Israel e das suas transgressões, e de todos os seus pecados”(Lev.16:15,16), tudo isso ministrado pelo Sumo Sacerdote. E, o bode emissário era levado para uma terra solitária, sem degola, sem sangue para dentro do véu sem ser espargido no propiciatório, sem ser colocado perante a face do propiciatório (como fez com o sangue do novilho), ou seja, sem expiação propriamente dita, mas levando sobre si todas as iniquidades deles que fora posto sobre a cabeça do bode emissário pelo Sumo Sacerdote. O Senhor declara que sem derramamento de sangue não há remissão (Heb.9:12). Portanto, o bode emissário não pode representar Jesus, já que o sangue dele não foi derramado para fazer expiação. Veja mais uma vez que Deus através da Sua Palavra afirma de forma explicita que “é o sangue que fará expiação”. Veja também que o sangue do bode emissário não foi posto nos chifres do altar que fazia parte da exigência para a expiação, Veja:
    “E uma vez no ano Arão fará expiação sobre as suas pontas com o sangue do sacrifício das expiações; uma vez no ano fará expiação sobre ele pelas vossas gerações; santíssimo é ao SENHOR. Êxodo 30:10
    Como se pode vê tais alegações de que : “A Igreja Adventista afirmam que “Satanás expiou ou expiará os nossos pecados”, carece de verdade, sendo de origem diabólica(João 8:44), já que a Igreja Adventista do 7º. Dia nunca afirmou que “Satanás expiou ou expiará os nossos pecados”.
    Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

    ResponderExcluir
  2. W V Rodrigues 20 de Junho 2013 - Com a intenção de ajudar a entender que o bode emissário era apresentado vivo perante o Senhor, para fazer expiação por meio dele e enviá-lo ao deserto, conforme Levítico 16.10. "Arão colocava ambas as mãos sobre a cabeça do bode vivo e sobre ele confessava todas as iniquidades dos filhos de Israel todas as transgreções e ... " Levítico 16. 21-22 . Veja que o bode emissário era apresentado VIVO PERANTE O SENHOR. Como "... nem era levado à porta da tenda da congregação diante do Senhor " ? Observamos que o texto Sagrado relata que o Senhor Jesus estava VIVO, A SEMELHANÇA DO BODE EMISSSÁRIO e naquela ocasião. ELE QUE NÃO HAVIA MORRIDO AINDA, aparece expelindo com Sua Palavra os espiritos malígnos e curando todas os doentes, cumprindo-se a profecia de Isaias 53 " ELE TOMOU AS NOSSAS ENFERMIDADES E CARREGOU COM AS NOSSAS DOENÇAS ". Mateus 8.16-17 . Não podemospermitir que o diabo,queira assumir o lugar que ao Senhor Jesus pertence. Ele não divide a Sua Glória com ninguém. Não nos esqueçamos que de Deus somos colaboradores e não do inimigo da Igreja do Senhor. Deus nos guarde.

    ResponderExcluir
  3. Realmente, é difícil dizer que o emissário não era apresentado perante o Senhor, pois a bíblia afirma expressamente que ela era apresentado perante o Senhor(portanto "num lugar santo"), para "FAZER EXPIAÇÃO COM ELE". Se o emissário não fizesse parte da expiação, o sacerdote não poderia nem tocá-lo, pois não poderia tocar coisa imunda(contaminada pelo pecado) e Satanás tem pecado. Sobre o derramamento de sangue, a bíblia afirma que existem ofertas que não são de derramamento de sangue. É o que Paulo chama de "sacrifício vivo". Veja que Paulo diz que "quase todas as coisas se purificam pelo sangue", ou seja, nem tudo se purifica pelo sangue. Além do mais, " azazel", s egundo a crença judaica, era um demônio que habitava no deserto, não tinha nada a ver com bodes.

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de declarar de todo o meu coração, o amor e respeito que temos por todos os que ainda não entendem que o Bode Emissário é o Senhor Jesus. Estamos pedindo ao Nosso Amado Pai Celestial, que ilumine suas mentes e corações e os conduza a compreender os textos Sagrados sob a égide do Espirito Santo. A seguir transcreveremos parte de um estudo que, creio nos ajudará muitíssimo a entender de uma vez por todas a questão do Bode Emissário.
    1. Nenhum texto da Bíblia diz que o diabo é simbolizado pelo bode, e nem que ele levará o pecado. Quem afasta para sempre o pecado do povo é Deus, por meio de Cristo e não de uma criatura satânica.É Jesus quem levou os nossos pecados e não o diabo. E foi Cristo quem sofreu por nossos pecados. Medite: Sl 103.12;Is 43.25; 1 Jo 3.5( "...alusão ao bode emissário - leva embora ( ARA, tira " ); 1Pe2.24 2 Co 5.21; 1Pe.2.21;Is53. 4,12;Mt8.17.
    2.Hb 9.22 é apenas um princípio geral,pois Lv. 5.11 fala de uma oferta pelo pecado de flor de farinha, para perdão do pecado v.13, que excluia o derramamento de sangue. O ritual de purificação do leproso também usava de um animal vivo ( Lv. 14.1-7).
    3. O Bode vivo que levava o pecado, representa o ato de Jesus de destruir, levar embora o pecado, afastar para longe o pecado da humanidade. Assim o bode vivo não representa o Salvador morto, mas o carregar dos pecados para longe do povo.Deus não apenas perdoava, purificava, removia, da vista e lembrança e para longe a contaminação trazida pelo pecado ( Sl.103.12 ; Mq 7.19). No dia da expiação 2 bodes. 1 parte de Deus, sacrificado e o sangue levado para dentro do véu, exigências de Deus;2 o Emissário levava embora a iniquidade de Israel à terra desabitada, a necessidade humana.Observemos os vários aspectos da OBRA DE CRISTO na redenção são simbolizados pelo que os dois animais desempenham no Dia da expiação, cada um com seu papel...1. Morte subistituta 2.o Sumo Sacerdote confessava os pecados e enviava-o para o deserto, representando o efeito de mandar embora,para sempre, os pecados de Israel, e simbolizava a Obra de Cristo, que era levar para sempre os nossos pecados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não querendo ser enfadonho aos leitores peço vossa atenção para um Texto Sagrado, que nos ajudará a glorificarmos Nosso Único e Todo Suficiente Salvador Jesus. Rm.5.19 " Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos ." Amados do Senhor , não nos esqueçamos do fato de Jesus ser ao mesmo tempo simbolizado pelo sumo-sacerdote, bode morto, bode vivo,pombinha viva, pombinha morta, cordeiro, novilho, cabra, carneiro, etc.. Observemos que o bode deveria ser sem defeito, como todo animal do ritual cerimonial, símboloda não contaminação do pecado. Assim o diabo não pode ser simbolizado por um animal inocente, pois neste caso o TIPO seria SUPERIOR ao ANTÍTIPO,o que é uma violação das regras de tipologia. " EM TIPOLOGIA, O ANTÍTIPO É MAIOR QUE O TIPO E A ELE SUPERIOR, OCORRE UMA EXPANSÃO, UMA ELEVAÇÃO, UMA INTENSIFICAÇÃO.
      4. O termo "... para o Senhor..." Lv. 16.8-10. Significa " cair a sorte para ser oferecido ao Senhor em sacrifício " e " ... para o bode emissário. " Significa " cair a sorte para ser bode emissário." O artigo definido "o" não consta no original. Assim não tem nada a ver com dois seres " ANTAGÔNICOS" e sim dois bodes utilizados para PROPÓSITOS DIFERENTES, oferta sacrificial pelo pecado e afastamento do pecado. " a imagem dupla que Cristo foi feito " pecado por nós" ( 1 Co. 5,21), e de que Ele carregou nossos pecados, ( 1 Pe. 2.24 ), se harmoniza com o papel dos dois bodes no dia da expiação. Aquele que foi sacrificado como oferta pelo pecado e aquele que levava embora os pecados confessados do povo." ( Comentário Bíblico Vida Nova,p. 226).
      Em parte alguma da TORÁ se faz inclusão ao culto ou adoração de demônios. Em Lv. 17.7. Deus proíbe sacrifícios envolvendo demônios. Podemos concluir que é impossível , no próprio, sacrifício para Ele, ser solicitado algo relacionado ao Satanás.
      Infelizmente a tradução a partir de 800 d.c. [ Texto Massorético ] ... A tradição segundo o qual o bode emissário era o nome de um demônio do deserto originou-se muito tempo depois, estaria totalmente em desacordo com os princípios da redenção ensinados na TORÁ. Como a maioria dos pesquisadores concluíram o termo AZAZEL tem significado incerto, trata-se de um erro de fusão. O correto é: EZ AZEL e não " azazel", visto que o texto que tem o termo azazel é o massorítico no qual foi inserido as vogais na idade média. Todas as versões antigas, como a Septuaginta ( datada antes de Cristo ) entendem o texto como traduzido de EZ AZEL e não de um nome próprio azazel...
      Ao separarmos as duas palavras, como é o correto, passamos a ter um texto que faz sentido perfeito no contexto, sem fazer concessão a demônios, cujo exemplo não existe nas Escrituras. Nossa oração será perseverante para que o Pai das Luzes, continue a nos iluminar , afim de que a Doutrina dos Apóstolos continue a ser uma realidade na vida de cada discípulo do Senhor. A Ele a Glória Eternamente, Amém

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Boa noite. Para mim o texto de Levítico 16:8, está bem claro que os dois bodes representa os dois sacrifícios de Jesus, isto sem contar que Arão entrou, no santuário com três bodes, e um era para fazer a expiação do pecado dele (Arão - Lv 16:3), porém, voltando ao foco dos dois bodes, que era para a expiação do pecado da congregação de Israel (Lv 16:7), um bode significa a sacrifício de Jesus na cruz, e isto todos já estão careca de saber, mas qual é o outro sacrifício de Jesus? Lembra quando Jesus foi tentado no deserto (Lc 4:1)? Pois é, ali Jesus foi tentado, com o escopo de negar a si mesmo como ser humano, este foi o outro sacrifício que Jesus fez, e o fez por nós, porque se assim não fosse, então porque o bode emissário teve que ser levado ao deserto (Lv 16:20-22)?

    ResponderExcluir
  7. Irmão Jorge. Deus seja louvado por tua vida e por Sua iluminação em tua mente e coração. Excelente palavra para nós." ... não foi carne nem sangue que to revelaram, mais Meu Pai, que está nos céus.". Paz. Teu conservo Wilton

    ResponderExcluir

Regras:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." (Efésios 4:29-32)

1. Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2. Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3. Comentários ofensivos serão deletados.

"Sigamos, pois, as coisas que servem para a paz e para a edificação de uns para com os outros." Romanos 14:19

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais Acessadas

Você já encontrou Descanso em Cristo?

Jesus Cristo, o Sábado da Nova Aliança

Você Sabia que a palavra sabbatismos é encontrado apenas uma vez na Bíblia?

"Assim, ainda resta um descanso sabático (sabbatismos) pois todo aquele que entra no descanso de Deus, também descansa das suas obras, como Deus descansou das suas. Portanto, esforcemo-nos por entrar nesse descanso, para que ninguém venha a cair, seguindo aquele exemplo de desobediência." Hebreus 4:9-11 (NIV).

O autor de Hebreus usa o sétimo dia, o Sábado, como uma sombra de uma realidade futura e atual (Hoje), quanto aceitamos o convite de Cristo:

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis DESCAN­SO (ou sábado) para as vossas almas." (Mateus 11 : 28,29)

A palavra "descanso" em hebraico é "SHABATH", e em Grego é "ANAPAUSSIN", que também significa "REFRIGÉRIO". Não é glorioso?

Jesus completou ou trouxe vida ao 4º mandamento, quando apresentou o verdadeiro sábado do cristão. Ele mostrou que o verdadeiro descanso es­tava Nele mesmo.

Nossa Missão: Proclamar as Boas Novas do Evangelho da Nova Aliança da Graça em Cristo Jesus e Defender a Fé combatendo os erros do Legalismo e da Falsa Religião.

Nosso Lema: A Verdade não precisa de outro fundamento que não a investigação honesta, sob a orientação do Espírito Santo e a vontade de seguir a Verdade quando for descoberta. "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." João 8:32

Nossa Mensagem: "Porque pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus, não como resultado de obras, para que ninguém se glorie". Efésios 2:8-9

Nosso Método: Em amor escrever, orar e divulgar matérias escritas por teólogos e pastores ex-adventistas que fornecem informações precisas sobre a doutrina e prática da Igreja Adventista do Sétimo dia.

Nosso Mandato: Cerca de 300.000 membros deixam a Igreja Adventista do Sétimo Dia a cada ano. Muitas dessas pessoas queridas passam por um momento muito difícil de transição para outras igrejas cristãs. Eles foram ensinados que uma vez que aceitam os testemunhos de Ellen White e o Sábado do sétimo dia e depois, se abandona-los, eles perderiam a sua salvação. Observe as seguintes citações de Ellen White que os adventistas ainda consideram ser uma "fonte" autorizada da verdade, inspirada no mesmo nível que os profetas do Antigo Testamento como Isaías e Jeremias:

"It is Satan's plan to weaken the faith of God’s people in the Testimonies [writings of Ellen White] . Next follows skepticism in regard to the vital points of our faith, the pillars of our position, then doubt as to the Holy Scriptures, and then the downward march to perdition. When the Testimonies, which were once believed, are doubted and given up, Satan knows the deceived ones will not stop at this; and he redoubles his efforts till he launches them into open rebellion, which becomes incurable and ends in destruction.” Ellen G. White, Testimonies to the Church, Vol. 4, p. 211.

“If you lose confidence in the Testimonies you will drift away from Bible truth.” Ellen G. White, Testimonies to the Church, Vol. 5, p. 98.

"Then I was shown a company who were howling in agony. On their garments was written in large characters, 'Thou art weighed in the balance, and found wanting.' I asked who this company were. The angel said, 'these are they who have once kept the Sabbath and have given it up.'" Ellen G. White, Early Writings, p. 37

"God will never, never allow any man to pass through the pearly gates of the city of God who does not bear the signet of the faithful, His government mark." [in context the signet mark is the Sabbath] Ellen G. White, Medical Ministry, p. 123.

"God will frown upon those who disregard his commandments and he cannot bless the church that retains Sabbath-breakers in its fellowship." Ellen G. White, Signs of the Times, 1890-06-02.

Pode-se ver o trauma, interno intenso que os adventistas têm de enfrentar quando tentam deixar esses ensinamentos sectários de Ellen White.

Nosso Ministério: Temos ajudado milhares de pessoas na transição para fora do Adventismo, a encontrarem a certeza da salvação na justiça de Cristo somente, a tornarem-se fundamentados na Palavra de Deus e encontrar comunhão em igrejas cristãs saudáveis​​.